Pedra do Sino na Praia de Santa Rita

Poucas pessoas sabem, mas, no canto esquerdo da Praia de Santa Rita, subindo pela costeira encontramos a Pedra do Sino, idêntica às famosas pedras de Ilhabela na Praia de Garapocaia (ou Praia do Sino), cuja característica é retinir à semelhança do bronze.

Pedra do SIno

Alguns geólogos explicam que estas raras pedras que emitem este tipo de som, são feitas de uma substância vulcânica chamada diabásio, que consiste em ferro e outros minerais pesados como todas as outras pedras. Entretanto, algo sobre a sua composição a torna diferente.

Alguns cientistas acreditam que um movimento intenso dentro das rochas é responsável pelo som. Para ter o melhor efeito do som de sino, quando visitar a Pedra do Sino na Praia Santa Rita, leve um martelo para bater na pedra!

Pedra do SIno
Praia de Santa Rita e sua costeira no canto esquerdo

Lenda das Pedras do Sino de Ilhabela
Para quem conhece as pedras que quando batidas emitem som de sino, na Praia de Garapocaia na Ilha Bela, segue um pouco de sua história e lenda contada pelos antigos:

“A lenda conta que, em tempos passados, no século XVII, ao amanhecer, surgiu uma caravela de piratas que se dirigia à ilha de São Sebastião, enquanto a população ainda dormia. Estavam os piratas prontos para abrir fogo contra a ilha quando ouviram soar sinos despertando o povo que se preparou para receber os inimigos. Nisto surgiu um guerreiro que tomou o comando e, em pouco tempo, fez o inimigo recuar. Este guerreiro era São Sebastião.

Voltou a calma ao povoado e quiseram saber onde estavam os sinos. Não eram os sinos da Igreja da Armação. Ninguém sabia explicar, a não ser os indígenas que diziam “Garapocaia, Garapocaia” enquanto apontavam para as pedras dessa praia que passaram a se chamar “Pedras do Sino” e que hoje são atração turística da ilha. Esta lenda confunde-se, também com a cidade de São Sebastião.”

Fonte desta informação/lenda: https://www.ilhabela.com.br/lendas/lenda-da-pedra-do-sino-2/

Pedra do Sino - Praia de Santa Rita

Teriam as pedras do sino influencia nos naufrágios da Ilhabela?
Ainda sobre as pedras do sino da Ilhabela, uma outra curiosidade é que segundo pesquisas elas influenciaram na grande quantidade de naufrágios que lá ocorreram. Através de relatos científicos foi possível a identificação de minerais de óxido de ferro, como magnetita, na composição dos afloramentos rochosos (pedras do sino), os quais interferiram indiretamente nos naufrágios do passado.

Os resultados indicam que o mineral magnetita altera o posicionamento das agulhas das bússolas, alterando assim o posicionamento correto das embarcações. Estas pedras tiveram a capacidade de interferir nas bússolas utilizadas por embarcações das épocas de 1882 até meados dos anos 1990. Com a proximidade das embarcações em Ilhabela a magnetita encontrada nas rochas descompensava as agulhas das bússolas, alterando assim a rota dos navegantes (Moreno & Pires, 2010).

A magnetita retirada da “pedra do sino” em Garapocaia, quando colocada em contato com um imã, foi atraída, comprovando assim o campo magnético que o mineral magnetita possui.  Na maioria dos naufrágios ocorridos, alem da alteração na bússola, os navegantes enfrentaram fortes tempestades, sem visibilidade qualquer e a ausência de faróis contribuiu para as tragédias, pois os navios bateram de frente ao costão rochoso.

Fonte de Informação
Artigo – Composição geológica de afloramentos rochosos e impactos ambientais na região de Ilhabela, litoral norte de São Paulo.
 http://www.pesca.sp.gov.br/AdrianaSauanNahamy2012.pdf