Ubatuba ou “Ubachuva” – Uma Questão de Geografia

É comum ouvirmos a expressão “Ubachuva”. Será justo e verdadeiro este nome? É a geografia que tenta dar o sentido dessa sabedoria popular. A cidade de Ubatuba tem um dos maiores índices pluviométricos do Brasil, só perdendo para o Norte Amazônico. A que se deve tal fato? A climatologia indica um conjunto de fatores que influenciam na caracterização do clima da região.

Ubatuba sofre a influência de sua localização cósmica, de sua maritimidade, sua formação geomorfológica, e até pela sua cobertura vegetal. A proximidade ao oceano é importante porquê as águas do Atlântico, como regulador de temperatura mantém sobre a cidade toda a umidade natural, que evapora dessa grande massa d´água próxima.

O vento que sopram do sudeste empurra toda esta umidade do mar para o continente, enquanto que a barreira natural da Serra do Mar não permitindo sua caminhada para o continente, faz com que haja essa chuvarada sobre o município. Há que se notar a abundância do verde que recobre a Serra do Mar e isso exerce papel de destaque na atmosfera úmida local.

ubatuba-ou-ubachuva

Nesta análise singela queremos argumentar que os dois termos, Ubatuba ou Ubachuva são factíveis. A troca do nome de “Iperoig” para “Ubatuba” foi aceita e confirmada historicamente como “Terra dos Tamoios” e pelo tratado “Paz de Iperoig”. Portanto factível também seria se ocorresse a mudança do nome da cidade de Ubatuba para Ubachuva.

Na etimologia da palavra “Ubatuba” também é explicado como “Terra da Cana Silvestre” tão abundante na região, abundância essa que se evidencia até nossos dias nas cores, na luz, no mar e até nas chuvas.

Somos Ubatuba!
Terra de muitas canoas, lanchas, pranchas e taboas.
Terra que beira o mar, hospitaleira desde o branco que ela viu aqui chegar…
Terra que hoje abraça o turista que desce a serra para aqui repousar.

Somos Ubachuva!
Terra onde a ciência indica um dos maiores índices de pluviosidade…
Terra onde o pescador vê no “Patieiro” que o tempo vai mudar, recolhe suas redes e tange a viola a cantar.
Terra em que o turista sente a chuva chegar, o tempo escorrer pelo telhado e se recolhe à cerveja e ao carteado…

Nossa terra e nossa gente!
Espaço natural formoso, inspirador talvez das cores brasileiras…
Espaço que o povo ama e sempre reza cuidando de sua beleza…
É uma questão de geografia “Ubatuba Sim! como ela é…”
O importante porém é que seja mais uma questão de filosofia. “que fique guardada com tudo quanto tem…”
Uma questão de amor e respeito à nossa terra por toda nossa gente!

Extraído do Livro: Ubatuba ou “Ubachuva” Uma Questão de Geografia, escrito pela Professora Ophélia Alves Figueira de Camargo