Trilha para a Praia das 7 Fontes

A Trilha para a Praia das 7 Fontes, parte do Píer do Saco da Ribeira, seguindo por uma estradinha sem asfalto, e no final desta, deve-se manter à esquerda, entrando em um estreito corredor com chão de cimento, uma descida curta que leva até a Praia da Ribeira.

Trilha para a 7 Fontes Ubatuba

Na Praia da Ribeira, muitas embarcações costumam ancorar, até pela proximidade com o píer, sendo que existem algumas casas de veraneio (de frente para o mar), e estas dispõem de acesso para veículos (somente para os moradores) por uma entrada particular.

Praia da Ribeira - Ubatuba

No canto direito da Praia da Ribeira, a trilha continua em direção a Praia do Flamengo, e no início temos uma forte subida. Este percurso tem um visual impressionante do mar, em especial do Pier do Saco da Ribeira.

Trilha para 7 Fontes - Visual
Visão da trilha no caminho para a Praia do Flamengo

A chegada à Praia do Flamengo é uma descida de escadaria de pedras em curvas, e esta praia dispõe de algumas moradias, mas o acesso é somente pelo mar ou por esta trilha.

Praia do Flamengo - Ubatuba - Vista da Trilha

A continuação da trilha para a Praia das 7 Fontes, inicia-se quase no final da Praia do Flamengo, e a partir deste ponto o caminho torna-se bastante difícil.

Temos uma placa indicando o início da trilha para a 7 Fontes, menciona 2.674 passos, uma trilha de nível médio que começa com um longo corredor, entre algumas casas, uma escadaria cimentada e depois uma trilha pela Mata Atlântica, com subida íngreme e consequente descida até a Praia das 7 Fontes.

Trilha para a Praia das 7 Fontes
Trilha entre Praia do Flamengo e Praia das 7 Fontes

A Praia das 7 Fontes tem este nome por esconder em suas encostas 7 fontes de água potável, algumas que abastecem a praia com água doce. E diz a lenda que uma dessas sete fontes possui o elixir da juventude!

Praia das 7 Fontes - Ubatuba

No local existe uma pequena comunidade de pescadores, alguns quiosques, sendo ideal para se passar o dia, bem próximo da natureza ainda conservada. Muitas escunas que partem do Pier do Saco da Ribeira ou da Praia do Lázaro para a Ilha Anchieta param nesta praia para que os turistas desfrutem do local se banhando e almoçando. No canto esquerdo da Praia das 7 Fontes, inicia-se outra trilha muito interessante, com percurso difícil por dentro da Mata Atlântica, a Trilha da Gruta do Pirata.

O percurso entre o Pier do Saco da Ribeira e a Praia das 7 Fontes, é feito em aproximadamente 1:30 horas de caminhada. Neste percurso, temos outras duas praias, com acesso somente pelo mar, pois o percurso terrestre passa por dentro de propriedades particulares, que são as Praias da Dionísia ao lado da Praia da Ribeira e a Praia do Flamenguinho, no canto direito após a encosta da Praia do Flamengo.

Importante:
Para realizar trilhas, siga algumas regras básicas: Preserve a natureza, não jogue lixo na trilha, não maltrate os animais, não entre em propriedades particulares, recolha seu lixo e dê o destino certo para ele, deixe apenas pegadas, evite fazer barulho, desfrute dos sons da natureza, cuidado para não causar incêndios na floresta, planeje bem sua caminhada e informe a alguém sobre seu passeio, proteja-se do sol, mosquitos, borrachudos e mantenha-se sempre na trilha.

Se a caminhada for extensa é indispensável alguns acessórios como um calçado confortável, calça comprida leve e macia, camiseta de manga comprida por conta do capim navalha, boné, mochila impermeável com repelente, protetor solar, máquina fotográfica, muda de roupa seca, capa de chuva, agasalho, apito, toalha, lanterna, além do lanche, água e barrinha de cereal por exemplo. Preste atenção as passadas, e desníveis causados por erosões, devido às chuvas, e a utilização de um “cajado” ajuda bastante a diminuir os impactos.

Também esteja alerta para abelhas, porcos do mato e a presença de cobras peçonhentas que são muito comuns em Ubatuba e na região da Mata Atlântica, tais como a jararaca (Bothrops jararaca), coral (Micrurus Corallinus), jararacuçú (Bothrops) e urutú-cruzeiro (Bothrops alternatus), que costumam ficar no meio da trilha, especialmente em lugares que bate sol.

Fazer trilhas acompanhado de um Guia Credenciado, é uma boa recomendação para garantir mais segurança e também aproveitar para conhecer a história do local.

Lembre-se: da natureza nada se tira, além de fotos e nada se leva, além de boas lembranças!!!