Trilha Praia das Palmas até Praia do Sul – Ilha Anchieta

O Parque Estadual da Ilha Anchieta é um dos principais atrativos turísticos de Ubatuba, tanto pela importância histórica com as Ruínas do Presídio, suas belas praias e trilhas, seus excelentes pontos de mergulho e pela Mata Atlântica preservada. A trilha para a Praia do Sul se inicia logo após passar pela Praia das Palmas, são cerca de 1100 metros até chegar ao destino final. O esforço que não é grande é recompensador.

Trilha para Praia do Sul - Ilha Anchieta

A Praia do Sul é uma pequena praia de águas verdes, pouco frequentada já que a grande maioria dos visitantes não se arrisca na trilha, e este percurso só pode ser feito com a presença de monitores do parque, ou com uma autorização especial.

Mapa da Ilha Anchieta

O caminho que já era utilizado antigamente pelos pescadores e moradores da região, foi muito devastado no passado e hoje passa por um processo de recuperação ambiental.

É uma trilha que está documentada com capacidade de carga e pontos interpretativos da Mata Atlântica, restinga, lendas, histórias e grande variedade de fauna que é fonte de estudo para as escolas que visitam o Parque.

No meio da trilha há um pequeno desvio na trilha que leva até um mirante com vista para toda a enseada das Palmas.

Ao chegar a paradisíaca Praia do Sul, observamos as águas cristalinas do mar, vegetação restinga e abundante vida marinha, sendo um convite para o mergulho livre.

Importante:
Para realizar trilhas, siga algumas regras básicas: Preserve a natureza, não jogue lixo na trilha, não maltrate os animais, não entre em propriedades particulares, recolha seu lixo e dê o destino certo para ele, deixe apenas pegadas, evite fazer barulho, desfrute dos sons da natureza, cuidado para não causar incêndios na floresta, planeje bem sua caminhada e informe a alguém sobre seu passeio, proteja-se do sol, mosquitos, borrachudos e mantenha-se sempre na trilha.

Se a caminhada for extensa é indispensável alguns acessórios como um calçado confortável, calça comprida leve e macia, camiseta de manga comprida por conta do capim navalha, boné, mochila impermeável com repelente, protetor solar, máquina fotográfica, muda de roupa seca, capa de chuva, agasalho, apito, toalha, lanterna, além do lanche, água e barrinha de cereal por exemplo. Preste atenção as passadas, e desníveis causados por erosões, devido às chuvas, e a utilização de um “cajado” ajuda bastante a diminuir os impactos.

Também esteja alerta para abelhas, porcos do mato e a presença de cobras peçonhentas que são muito comuns em Ubatuba e na região da Mata Atlântica, tais como a jararaca (Bothrops jararaca), coral (Micrurus Corallinus), jararacuçú (Bothrops) e urutú-cruzeiro (Bothrops alternatus), que costumam ficar no meio da trilha, especialmente em lugares que bate sol.

Fazer trilhas acompanhado de um Guia Credenciado, é uma boa recomendação para garantir mais segurança e também aproveitar para conhecer a história do local.

Lembre-se: da natureza nada se tira, além de fotos e nada se leva, além de boas lembranças!!!