Festa de São Pedro Pescador

A Procissão Marítima da Festa de São Pedro em Ubatuba, teve início em 29 de junho de 1954, uma segunda-feira, com poucos barcos mas uma quantidade enorme de canoas.

Festa de São Pedro - Ubatuba

Como era uma novidade, o povo se aglomerou na entrada da Barra do Rio Grande, no centro da cidade, agitando lenços brancos, enquanto o foguetório anunciava a saída do andor que estava sendo levado pelo barco do Sr. Freitas.

Festa de São Pedro

Aos poucos esta tradição da procissão no mar foi se firmando, com barcos enfeitados com folhas de bambu e “coco pindova” e bastante bandeiras de papel colorido.

Festa de São Pedro

Atualmente o dia 29 de junho é feriado municipal e, neste dia, os pescadores trazem São Pedro em procissão da Igreja Matriz até a Barra do Rio Grande, onde, já com seus barcos enfeitados, seguem procissão. Um dos barcos leva a imagem do Santo e todos percorrem a Baía de Ubatuba, onde é feita a Benção dos Anzóis.

A comemoração ao Santo Padroeiro dos Pescadores na cidade de Ubatuba teve início no dia 29 de junho de 1923. Um fato interessante é que apesar das missas serem dedicadas ao padroeiro pescador, a imagem de São Pedro chegou a Ubatuba somente em 1942, trazida pelo padre alemão Hans Beil.

Festa de São Pedro
Procissão de São Pedro – Imagem de @fundartubatuba

A festa é uma realização da Prefeitura Municipal de Ubatuba por meio da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba (FundArt), em parceria com a Paróquia Exaltação da Santa Cruz, a Colônia Z10 de Pescadores, a Associação dos Amigos e Remadores da Canoa Caiçara (AARCCA) e o Fundo Social de Solidariedade. O patrocínio é do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria Estadual de Cultura e da Companhia Municipal de Turismo (COMTUR).

São Pedro
Estátua de São Pedro instalada no belvedere do Morro da Prainha de frente para a Baía de Ubatuba

A festa reúne ao longo de sua programação: cultura, tradição e fé. Um dos momentos mais aguardados do evento é o encontro da Procissão do Mastro de São Pedro com a Procissão de Canoas, que traz pelo mar, a imagem de São Pedro que é colocada na capela durante os dias de festa.

Como já é tradição, ao chegar no espaço do evento, levado pelos jovens da Guarda Mirim de Ubatuba, o Mastro de São Pedro é abençoado pelos freis da Paróquia Exaltação da Santa Cruz, quando é realizada a abertura oficial da festa.

A benção do Mastro de São Pedro marca o início da celebração da festa, este vídeo (2020) da @fundartubatuba traz este momento:

Durante o período festivo, temos a tradicional Procissão Marítima seguida da missa campal, corrida de canoas Caiçara, shows musicais e belíssimas apresentações culturais, com fandangos, congada e quadrilhas. Durante o período festivo, temos a tradicional Procissão Marítima seguida da missa campal, corrida de canoas Caiçara, shows musicais e belíssimas apresentações culturais, com fandangos, congada e quadrilhas.

Festa de São Pedro Ubatuba @fundartubatuba
Festa de São Pedro – Imagem de @fundartubatuba

A programação da Festa de São Pedro é desenvolvida para receber a população local e os viajantes de braços abertos e assim encerrar o mês de junho de forma brilhante.

Festa de São Pedro
Festa de São Pedro – Imagem de @fundartubatuba

Tainha Assada na Brasa – “Sobrepau”
A tradição da tainha assada na brasa na Festa de São Pedro de Ubatuba é tão forte que a festa também é conhecida pelos turistas como Festa da Tainha.

Festa de São Pedro
Tainha na Brasa – “Sobrepau”

A Festa de São Pedro acontece sempre no auge da pesca da tainha, entre os meses de maio e julho, quando o peixe, proveniente do Rio Grande do Sul, migra pela costa brasileira, passando por Ubatuba e possibilitando ao caiçara uma farta pescaria.

Festa de São Pedro
Tainha na Brasa – Servida com arroz, vinagrete e farofa

A história conta que durante a festa, após um cerco de tainha, era costume retirar de cada cento uma “tara” (tainha maior) e ofertar ao Santo. Ao final, era realizado um pequeno leilão entre os pescadores que, com o dinheiro arrecadado, compravam rojões para a festividade.

Neste vídeo (2020), o caiçara Joca do Sertão do Ubatumirim, mostra o preparo da Tainha e do Almoço Caiçara especial para a Festa de São Pedro. Cortesia do vídeo: @fundartubatuba 

A tradição original é fazer a “sobrepau” (tainha assada sobre brasas), colocada em cima de galhos de goiabeira verde.

Café com Garapa
Outra tradição culinária tradicional da festa que encanta a todos que a visitam, é o café com garapa junto com aquela paçoquinha feita na hora no pilão. Quem nunca tomou um café com garapa na Casa Caiçara da Festa de São Pedro de Ubatuba não sabe o que é voltar no tempo! ⁣Nas casas mais humildes de antigamente o açúcar era um artigo de luxo, então para ficar docinho, o café era coado com garapa – o tradicional caldo-de-cana. Um gostinho bem peculiar que traz à memória muitas histórias dos mais antigos, muitas delas compartilhadas com a gente na casinha caiçara enquanto tomamos um “café de cana” com paçoca.

A Corrida de Canoas
Além do aspecto esportivo, a corrida de canoas representa uma das principais manifestações culturais do caiçara ubatubense, atraindo um grande número de apreciadores durante sua realização.

Corrida de Canoas na Festa de São Pedro @fundartubatuba
Corrida de Canoas na Festa de São Pedro @fundartubatuba

A modalidade faz parte da programação da Festa de São Pedro Pescador e de muitas outras festividades do calendário municipal, além de ter um circuito com calendário próprio, gerenciado pela AARCCA – Associação dos Amigos e Remadores da Canoa Caiçara.

Vejam esta bela filmagem da Corrida de Canoas, um vídeo com créditos para a @fundartubatuba:

A primeira prova de canoas, chamada “Nossa Senhora das Dores” aconteceu em 1957 na Praia do Itaguá. Idealizada pelo Profº Joaquim Lauro que, observando pescadores do cerco flutuante do Cedro remando lado a lado em suas canoas para chegar ao Itaguá, criou o que constitui hoje, uma das principais tradições locais.

Concurso Rainha dos Pescadores
Outro destaque de abertura da festa é o tradicional concurso Rainha dos Pescadores, no palco central da praça de Eventos. Várias barracas servem diferentes opções de comidas e bebidas, com destaque para a barraca da tainha, coordenada pela Colônia de Pescadores Z10.

Para mais detalhes da festa, visite o site da Fundart: www.fundart.com.br