Praia das Palmas | Ilha Anchieta

Localizada na Ilha Anchieta, a Praia das Palmas que também é chamada de Praia Grande da Ilha Anchieta, é a mais extensa de toda a ilha, uma enseada de águas tranquilas que banham sua orla, e está localizada à direita de quem desembarca na ilha. São apenas dez minutos de caminhada do píer até lá em uma trilha plana e agradável, onde você pode avistar diversos animais da fauna local.

Praia das Palmas - Ilha Anchieta

A praia fica em uma pequena baía de águas esverdeadas calmas e cristalinas, estreita faixa de areia branca, com costeiras rochosas e muitas pedras espalhadas. Temos muitas árvores no entorno sombreando a orla e é possível observar muitos peixes nos recifes.

A Mata Atlântica ao fundo da praia compõe o belíssimo cenário natural. O mar com águas tranquilas propicia fácil atracamento de embarcações, que escolhem o lugar para passar o dia e curtir a natureza.

A enseada de águas tranquilas que banham a orla da Praia das Palmas, nem parece que um dia foi habitada por tubarões, que garantiam a segurança do presídio que funcionava no passado, na então “Ilha dos Porcos”.

História
Também próximo ao meio da Praia das Palmas, apenas 50 metros do mar encontram-se às ruínas do antigo cemitério da Ilha dos Porcos(*) (como era chamada a Ilha Anchieta antigamente). Segundo registros, até o início do século XIX, a ilha fora habitada por índios e a tribo usava este terreno como cemitério, o mesmo utilizado pelos militares para enterro dos presos e moradores da praia.

Praia das Palmas @brunoamirimagens
Praia das Palmas @brunoamirimagens

Neste cemitério, jazem os restos mortais de 151 imigrantes búlgaros e gagaúzos bessarabianos falecidos na ilha no curto período de 100 dias no ano de 1926.

Eles emigraram da Bessarábia e 2000 deles vieram escoltados, da hospedaria dos imigrantes de São Paulo, para a então Ilha dos Porcos, onde permaneceram em regime e condições prisionais, pois eles haviam se rebelado contra a transferência para as fazendas paulistas de café, diante da comprovada notícia de que, nelas, a maioria de seus compatriotas estavam sendo submetida ao mesmo tratamento de regime da escravidão.

Porém na ilha, a maioria crianças (143), tiveram várias causas de morte, predominando a do envenenamento por ingestão de mandioca brava e a falta efetiva de assistência médica.

Praia das Palmas - Ilha Anchieta

(*) A Ilha dos Porcos passou a ser denominada Ilha Anchieta em 1934, como parte das homenagens ao quarto centenário do nascimento do Padre José de Anchieta.

Fonte de Informações: https://www.ubatubavirtual.com.br/sapateiro.htm