Félix Guisard

Félix Guisard, empresário brasileiro, nasceu em Teófilo Otoni, em 22 de janeiro de 1862 e faleceu em Taubaté, em 29 de março de 1942, aos 80 anos, era assiduo frequentador de Ubatuba e virou nome de rua na cidade. Seus pais, Louis-Félix Guisard (1834 – 1879) e Amélie Mallet Caillaud (1841 – 1933), eram franceses, que se refugiaram no Brasil após o Golpe de Estado na França efetuado por Luís Napoleão Bonaparte em 2 de dezembro de 1851.

Félix Guisard

Félix Guisard foi um dos pioneiros da industrialização do Vale do Paraíba na última metade do século XIX, chegando a presidência da Companhia Taubaté Industrial (CTI), em maio de 1891, comandando a produção de meias e camisas tecidas de algodão.

Os funcionários da CTI Taubaté descobriram Ubatuba graças a este industrial. “A empresa contava com diversas atividades voltadas ao lazer, no entanto, o que fez mais sucesso entre os funcionários da CTI foi a Colônia de Férias em Ubatuba. As férias coletivas aconteciam geralmente no mês de junho. Todos os operários e suas famílias eram convidados pela fábrica a passar os dias de folga à beira mar, sendo todo o passeio custeado pela empresa.

Em 1937, a companhia gastou mais de 142 contos de réis com as férias remuneradas dos funcionários, e providenciou para a viagem a Ubatuba o transporte em carros e caminhões, proporcionando ainda bailes, cinema e diversos passeios. A construção de uma Colônia de Férias apropriada foi concluída em 1941. Cerca de 1500 operários e suas famílias inauguraram o conjunto de edifícios, que contava com instalações sanitárias, refeitórios, salão de bailes, sala de projeções e pequenos apartamentos, resultado do investimento de milhares de contos de réis.
Talvez a mordomia não tivesse tanto valor aos operários quanto a presença do presidente da companhia ao passeio. Felix Guisard fazia questão de acompanhar os trabalhos em suas férias. A ideia de levar os operários à Ubatuba veio logo no momento em que o empresário conheceu o litoral norte. Em maio de 1933, Guisard fez uma excursão com seus filhos mais velhos pela Serra do Mar. A viagem durava mais de dez horas, devido às condições da estrada.
Félix Guisard
Poucos se aventuravam pela serra de carro, além de ser um trajeto complicado em meio à mata, havia o perigo do ataque de onças. No entanto, ao chegar a Ubatuba e se maravilhar com aquela natureza intocada, Félix fez seus planos: É preciso colocar essa cidade ao alcance dos operários da CTI, disse ao filho Raul. E Guisard perseguiu esse sonho insistentemente até conseguir realizá-lo.” (fonte do texto Odaury Carneio via  facebook).

A CTI era controlada por empresários ingleses e fazendeiros de café de Taubaté, e posteriormente teve capital aberto na Bolsa de Valores de São Paulo. Guisard foi também pioneiro da educação para o trabalho, ao criar como presidente da CTI em 1900 a Sociedade para o Ensino Industrial de Taubaté, agora denominada Escola SENAI Félix Guisard, com a criação de cursos noturnos para explicação de: Direito Comercial, Geografia Comercial, Usos e Costumes Comerciais e Escrituração Mercantil. Félix, foi também Prefeito da cidade de Taubaté de 21 de janeiro à 18 de setembro de 1930.

Fonte de Informações:

https://pt.wikipedia.org/wiki/F%C3%A9lix_Guisard

https://ubatubense.blogspot.com.br/2017/05/funcionarios-da-cti-taubate-descobrem.html