Praia de Itamambuca

A Praia de Itamambuca está localizada a 15 quilômetros ao norte do centro da cidade, e a entrada para seu condomínio é entre a Praia Vermelha do Norte e a Praia do Félix.

Seu acesso é no km 36 da rodovia Rio-Santos, passando pela Vila de Itamambuca, um local com boa infraestrutura.

Itamambuca

É uma praia extensa, com areias fofas e brancas, sendo o canto direito da praia mundialmente famoso, pela formação das ondas.

Itamambuca é muito conhecida por praticantes de surf e também por sediar seus campeonatos. A região está inserida no meio de uma reserva ecológica e possui uma extensa área de Mata Atlântica nativa.

São encontrados chalés, pousadas, áreas para camping e também um eco resort, um paraíso para quem procura tranquilidade e para quem gosta de praticar esportes, como o surf, trekking e caminhadas em sua extensa orla.

Itamambuca - Canto Direito

Afastada da badalação do centro da cidade, a Praia de Itamambuca permaneceu praticamente desbravada até meados da década de 70, sendo inicialmente frequentada por surfistas e hippies.

A orla da praia mantem muita vegetação, sem construções aparentes, normalmente pouca frequentada, e para estacionar o veículo em suas ruas há cobrança de uma taxa (zona azul).

Rio Itamambuca

A pequena vila de pescadores segue sua tradição local e o Rio Itamambuca, é palco de praticantes de SUP e caiaque, que podem ser alugados no local, especialmente durante a temporada.

Vista da Trilha para a Praia Brava de Itamambuca

Itamambuca fica protegida dos “turistas de verão”, pois está relativamente escondida, e se perde entre tantas opções de praias que Ubatuba oferece.

Itamambuca

Outro fator importante que afasta boa parte dos turistas é a estradinha de terra que dá acesso à praia dentro do condomínio, sendo necessário alguns minutos de pedras, lama e muitos buracos até a praia.

No canto esquerdo da praia deságua um riacho com águas cristalinas e temos uma enorme costeira rochosa, que esconde o início de uma trilha para outra praia mágica e não desbravada (ainda bem) pelo turismo: Praia Brava de Itamambuca.

Riacho no canto esquerdo da Praia de Itamambuca

Os pais devem redobrar a atenção com as crianças em Itamambuca, pois as ondas são fortes e o braço do rio engana a profundidade, em compensação o surf é garantido.

A beleza das praias de Ubatuba fica mais impressionante quando vista do alto, como é o caso destas filmagens realizadas por nosso amigo da @ubafly e editadas pelo Curiosidades de Ubatuba.

Nesta breve edição abaixo temos um visual incrível das Praias de Itamambuca e Brava de Itamambuca, além de acompanhar desde a rodovia Rio-Santos o Rio Itamambuca.

O passeio de paratrike é uma das atrações que permite conhecer a cidade de ângulo diferente e com muita emoção.

Os adeptos ao surf, em Itamambuca são contemplados com uma praia com muita ondulação e alguns dias de “swell”. Dentre as competições de surf, Itamambuca já sediou o Campeonato Brasileiro, o “Super Surf”, e uma etapa 6 estrelas, da divisão de acesso do circuito mundial, WQS (As 6 estrelas querem dizer, alto nível de premiação em dólares aos vencedores).

Significado do nome Itamambuca
Ita – Pedra, Mambuc – Furada, logo Itamambuca = Pedra Furada

Segue um pouco da história de Itamambuca (conteúdo extraído de https://www.ubatubatimes.com.br/noticia/praia-de-itamambuca):
Descoberta pela comunidade do surf durante a década de 70, a praia em princípio foi ponto de encontro de hippies e surfistas, que chegavam pela trilha e acampavam na areia mesmo, ao lado do Rio Itamambuca. O tempo passou, a rodovia Rio-Santos foi construída e Itamambuca, seguiu o caminho das belas praias paulistas. Ficou famosa, isolou a pequena vila de pescadores no canto da praia e transformou seu bairro em um grande condomínio repleto de casas de veranistas.

Itamambuca - Canto Direito

Todos pensavam e muitos apostavam que, em poucos anos Itamambuca seria uma nova Pitangueiras (praia localizada no Guarujá), cheia de prédios e asfalto. Graças ao movimento ambientalista e a combativa comunidade local (SAI – Associação Amigos de Itamambuca) as profecias de urbanização não vingaram. A praia está praticamente intacta, a pequena vila de pescadores continua firme e mesmo durante a alta temporada a quantidade de pessoas nas suas areias é relativamente baixa se comparada às outras praias do litoral paulista.

Não há dificuldade para parar o carro, muito menos problema para achar um lugar tranqüilo para colocar o guarda-sol. Quem pega onda no Brasil conhece, com toda certeza, Itamambuca. Festivais mitológicos de surf, campeonatos inesquecíveis e baterias memoráveis compõe a história desse “beach break” clássico. O canto direito da praia é uma máquina de fazer ondas, funciona com qualquer ondulação e quase nunca está “flat”. Uma onda que vem lá de fora e passa por uma enorme pedra bem no canto da praia, lambe a costeira e resulta numa direita longa, manobrável e tubular no inside.

As melhores condições rolam entre o outono e a primavera, as maiores ondulações durante o inverno. A condição ideal para Itamambuca ficar de gala é com ondulação do quadrante sul/sudeste. De leste até rola, mas com muita correnteza o que prejudica a formação das valas. Por toda a praia as ondas não param de bombar, tem mais de uma dezena de valas diferentes quebrando sobre os bancos de areia do pico.