Washington de Oliveira – “Seu Filhinho”

Nascido na cidade de Ubatuba no dia 30 de março de 1906, “Seu Filhinho”, como era chamado, foi referência da história recente de Ubatuba. Farmacêutico e Humanitário, foi o único profissional de saúde residente na cidade na primeira metade do século XX, resolvendo casos que iam de cirurgias dentárias a algumas operações de emergência. Exerceu a profissão de escrivão de policia, legista, agente do Lloyd, e na política, atuou como vereador, presidente da Câmara Municipal e prefeito. O Plenário da Câmara recebe seu nome, numa justa homenagem.
Seu Filhinho - em sua Farmácia
Formou-se na Escola de Farmácia de Pindamonhangaba,  retornando em seguida a terra natal, onde por mais de 50 anos dirigiu sua farmácia, fazendo as vezes de médico que por duas décadas faltara à cidade. Depois que fechou a tradicional “Farmácia do Filhinho”, Washington se dedicou à história e à literatura.

Sempre teve grande preocupação de registrar os fatos mais importantes da cidade, tanto históricos, como políticos e sociais para preservação da memória caiçara, além de ter gravado depoimentos que são usados por estudiosos da história e tradição Ubatubense, e ter escrito três livros.

Obra Literária
“Ubatuba Documentário”, seu livro de estreia, relata a formação do Município e é uma das mais completas obras de referência sobre Ubatuba, um verdadeiro acervo da história ubatubense no período compreendido entre 1500-1937. Seu segundo livro editado, foi “Lendas e Outras Estórias”, uma obra de ficção que traz à tona o folclore, já o cotidiano da história recente de Ubatuba está em seu terceiro livro, “A Farmácia do Filhinho”. Desta vez, o autor não precisou recorrer aos arquivos para estabelecer o passado, nem debruçar-se sobre anotações históricas no tampo da escrivaninha. Bastou-lhe memória, para viver intensamente sua época, e nos retratar personagens e situações de Ubatuba antiga.

Seu Filhinho: Ubatuba DocumentárioSeu Filhinho: A Farmacia do FilhinhoSeu Filhinho: Lendas e outras Estórias
“Seu Filhinho” não foi um historiador, mas um contador autêntico, um registrador exato dos feitos de Ubatuba, e por duas ocasiões, em 1936 e 1945, ocupou a Prefeitura Municipal e sempre esteve presente aos eventos mais significativos de Ubatuba.

Washington de Oliveira cumpriu seu papel de cidadão, sempre em prol da cidade de Ubatuba e, diga-se de passagem, fez muito, não apenas por ter vivido bastante, mas, principalmente, por sua postura. A Fundart prestou homenagem a “Seu Filhinho” com o Concurso de Contos, que leva seu nome, outra demonstração de carinho e respeito foi recebida dois dias antes de seu falecimento, quando a Fundart organizou a visitação da Folia de Reis que, junto com membros da comunidade e familiares o homenageou.
Seu Filhinho
Sempre foi contrário a chamada modernização, a derrubada dos casarões antigos e a expansão das construções “modernas” que descaracterizaram Ubatuba. Na época, foi duramente criticado mas hoje se percebe que ele tinha razão, pois Ubatuba perdeu parte significativa de sua história com a falta de preservação de suas construções. Washington de Oliveira, foi eleito a figura mais ilustre de Ubatuba do século XX, e em sua homenagem, o Museu Histórico de Ubatuba, recebe o nome de Museu Histórico Washington de Oliveira.

“Seu Filhinho” nos deixou em jan/2001, aos 94 anos, mas sua obra será lembrada e revivida para sempre.

Fonte das informações:
goo.gl/7mLjGI
Livro: Lendas & Outras Estórias de Washington Oliveira