Praia Dura

A Praia Dura está inserida na Enseada da Fortaleza, e tem fácil acesso pelo Km 68 da rodovia Rio-Santos. Sua praia é tranquila, com águas rasas, propícia para banhos, sendo muito procurada por famílias.

Praia Dura

Suas areias monazíticas (escuras) atraem muitos turistas em busca de tratamento para artrite, reumatismo e inflamações.

Praia Dura

No lado direito desta praia se inicia uma trilha que dá acesso à Praia Brava do Sul, própria para o surf, e em seguida temos o acesso para a Praia Vermelha do Sul.

No canto esquerdo da Praia Dura, atravessando o Rio Escuro, um pouco escondida, temos a Praia da Barra.

Praia Dura

As águas dos Rios Comprido e Escuro deságuam na Praia Dura, e a região dispõe de vegetação abundante, vista para o Pico do Corcovado e é um excelente lugar para caminhadas e pesca.

Rio Escuro/Mangue
Quem passa por cima da ponte da Praia Dura na rodovia, nem sempre imagina estar passando por um grande condutor da vida marinha, onde são transportadas futuras mamães-peixe que vão desovar no grande berçário, que é o mangue da Praia Dura. O Rio Escuro é ideal para se refrescar após um banho de mar e, também é muito utilizado por pescadores.

Praia Dura - Rio Escuro

História
A Praia Dura era famosa pelo seu Carnaval, criado pelo carnavalesco João Diogo, reconhecido como condutor do “Cordão do Carnaval Praiadurense”. Ninguém escapava do banho de polvilho de mandioca e pó de café usado seco. Os homens mascarados vestiam-se de mulher e elas, por sua vez “enfeitadíssimas”, dançavam ao som da viola e rabeca. Antigamente, as festas religiosas comemorativas, como a de São Pedro por exemplo, aconteciam sempre na casa do festeiro escolhido, pois naquela época, não havia capela.

Praia Dura

Os homens também cultivavam o hábito de levantar às 4 horas da manhã, tomavam café com mandioca amarelada cozida, e logo rumavam para o mar. No final do dia, as mulheres com os “samburás” amarrados à cintura, esperavam seus maridos para encher os tais cestos de peixe. Outra curiosidade da Praia Dura, é que ela abrigou uma fábrica de tamancos confeccionados em caxeta, madeira macia, também usada na fabricação de lápis.

Dizem, as lendas, que até bruxas haviam por lá, que transformavam-se em fitas, e se transportavam para dentro dos ranchos de canoas, onde faziam suas reuniões. Em toda Praia Dura, elas eram respeitadas e temidas!

A Igreja de São Pedro
A capela  que temos na Praia Dura é dedicada a São Pedro, pertence à Paróquia Nossa Senhora das Graças do bairro da Maranduba.

Igreja de São Pedro – Praia Dura imagem de @belkotzen

Ela era bem pequena, construída num terreno doado à igreja católica pelo Sr.Silas Miguez num dia de São Pedro. Em 2002 foi iniciada uma reforma, e a antiga capela foi demolida e esta sob o piso da nova. As missas normalmente são realizadas aos sábados às 19.30 horas.

É tradição comemorar o dia de São Pedro  pela comunidade local, com levantamento do mastro pelo pároco, uma procissão pelo bairro durante as festividades de São Pedro (em 29 de Junho).

Andor de São Pedro

Após a missa tem-se uma partilha, com caldinho, cachorro quente, bolos, quentão (s/álcool), pipoca e doces da época.

Igreja pronta para a missa

Quem visita Ubatuba em busca de um turismo religioso vale a pena conhecer a Capela de São Pedro na Praia Dura

Fonte de Informações e imagens: Mabel @belkotzent